Você está aqui: Página Inicial / Sobre o LexML / Notícias / Inauguração do Portal LexML

Inauguração do Portal LexML

por João Lima publicado 01/07/2009 09h55, última modificação 18/04/2016 15h04
Senado lança a Rede de Informação Legislativa Jurídica.

O Senado lançou nesta terça-feira, 30 de junho de 2009, a Rede de Informação Jurídica e Legislativa - LexML Brasil -, que consiste na sistematização e organização de bases de dados de diversos órgãos dos Três Poderes. Na ocasião, o vice-presidente do Senado, Marconi Perillo (PSDB-GO), afirmou, em nome do presidente José Sarney, que o LexML "nasce grande" em seu objetivo de prover mecanismos de busca de informações, de forma simples e organizada.

- Essa é uma nova era no tratamento de documentos jurídicos e legislativos - observou.

Para Perillo, a estruturação de documentos em padrões recomendados internacionalmente, proporcionada pelo LexML, insere o Brasil na comunidade de informação global, possibilitando a troca de dados com outros países, em especial os membros do Mercosul. Permite também à sociedade brasileira, conforme o senador, manter-se informada e ciente de seus deveres e obrigações.

O LexML é um portal que reúne leis, projetos de lei, súmulas, resoluções, acórdãos e jurisprudências, entre outros documentos de órgãos do Executivo, Legislativo e Judiciário, nas esferas federal, estadual e municipal. Conforme informou João Lima, analista de informação legislativa do Prodasen (Secretaria Especial de Informática do Senado) e um dos idealizadores do portal, o LexML começa a operar com mais de um milhão de documentos.

- Os documentos de Senado e Câmara aparecem de forma unificada - explicou.

 

Transparência

Jorge Hage Sobrinho, ministro-chefe da Controladoria Geral da União (CGU), presente à cerimônia, afirmou que a transparência ocupa atualmente o centro da agenda brasileira, dando ao país reconhecimento internacional.Por essa razão, disse que "num sistema de busca por palavra-chave, a palavra-chave hoje é transparência", em referência ao portal.

O presidente do Tribunal Superior do Trabalho (TST), Milton de Moura França, convidado para o evento, destacou que o lançamento do portal é "um momento significativo para uma das vertentes da cidadania - o direito à informação". Ele informou que o TST já incluiu 800 mil documentos no LexML.

José Antonio Dias Tóffoli, advogado-geral da União (AGU), salientou o diferencial do portal como "ferramenta fidedigna", formado pela base de dados de cada um dos órgãos da administração pública, proporcionando segurança para administradores e administrados.

O ministro do Tribunal de Contas da União (TCU), Ubiratan Aguiar, por sua vez, avaliou que o Estado brasileiro reúne hoje condições para tratar de problemas como fraudes, desperdícios de recursos públicos e corrupção. No mesmo sentido, o representante da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Alex Atheniense, destacou o papel do Legislativo na promoção da democratização da informação.

- O Senado brasileiro sempre deu mostras de estar avançado em relação a seu tempo. Esse é o prosseguimento de um trabalho iniciado ainda na década de 80, visando ao acesso sem fronteiras a conteúdos de informação - disse Atheniense.

José Geraldo Loureiro, diretor da CGU, resumiu o trabalho da Comunidade de Tecnologia da Informação Aplicada ao Controle - TI Controle -, cujos objetivos são aperfeiçoar a comunicação e a colaboração entre os órgãos do poder público na busca de soluções de problemas, compartilhamento de informações e melhoria da infraestrutura de tecnologia da informação.

Cristina Vidigal / Agência Senado

INFOGRÁFICO - Como funciona o LexML.

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.

Pesquisar no LexML
Logotipo do LexML - Rede de informação legislativa e jurídica
Mídias Sociais

Twitter Youtube

Pesquisa de Opinião

Gostou do novo site?

Sim, gostei
Não gostei
Pode melhorar
spinner
Total de votos: 43

Para pesquisar informação legislativa e jurídica, clique aqui